Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materias

O Programa de Pós-graduação em Ciência e Engenharia de Materiais (PPgCEM) da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) atenderá demandas existentes na região do semiárido em instituições de ensino (universidades e escolas), área industrial (agricultura, exploração mineral, comercialização, manuseio e transporte de produtos agrícolas etc) além de serviços de assessoria em avaliação/certificação do impacto ambiental de projetos, elaboração de projetos, dentre outros.

O PPGCEM – UFERSA é o único programa na área das engenharias (excetuando engenharia agrícola) dentro de um círculo de 250 km de raio. Além dos engenheiros, o PPGCEM conta como público – alvo os profissionais de nível superior dos cursos de graduação de ciências biológicas, saúde, exatas e da terra, agrárias formados no país e/ou no exterior .

O corpo docentes do programa é constituído, em sua maioria, por professores recém doutores oriundos de universidades do Brasil e do mundo que possuem colaborações com diferentes grupos de pesquisas e três pesquisadores sênior que possuem uma vasta experiência no desenvolvimento de trabalhos científicos.

Para o desenvolvimento das pesquisas, o PGCEM possui os laboratórios de Plasma (LABPLASMA), difração de raios X, microscopia eletrônica de varredura, modelagem molecular, síntese e caracterização de materiais magnéticos entre outros.

Os mestres em ciência e engenharia de materiais egressos do PPgCEM possuirão um perfil multidisciplinar com sólidos conhecimentos teóricos e/ou tecnológicos, capazes de fazer associações dos conhecimentos científicos e tecnológicos disponíveis, para soluções de sustentabilidade do semiárido.

Objetivo do curso:

1. Consolidar a formação do graduado através da integração dos conhecimentos adquiridos na graduação.

2. Introduzir uma visão multidisciplinar voltada para estudos de produtos, processos e tecnologias ambientalmente sustentáveis, voltados particularmente para soluções do semi-árido

3. Criar e disponibilizar uma rede de conhecimentos que possa ser utilizada pelos diferentes agentes sociais.

4. Promover a interconexão entre o saber acadêmico e a realidade social, permitindo que tanto o setor produtivo quanto a população em geral possam se beneficiar do avanço do conhecimento novo gerado pela fusão de saberes distintos caracterizando uma inserção social inovadora e harmoniosa entre as partes envolvidas;

5. Capacitar recursos humanos para atuarem nas áreas de ensino, pesquisa e desenvolvimento, através do conhecimento-domínio de produtos, processos e tecnologias voltados para o meio ambiente

6. Desenvolvimento da capacidade de lidar com problemas de natureza complexa, de estabelecer novas abordagens e de utilizar, de forma autónoma e em contextos diferenciados, técnicas experimentais avançadas aprendidas anteriormente.

7. Incentivar e promover o espírito empreendedor, capaz de desenvolver produtos/serviços inovadores para o semiárido brasileiro

3 de julho de 2015. Visualizações: 1635. Última modificação: 04/07/2015 20:47:22